quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Causos de fim de ano!

Passando neste tão estimado blog mais uma vez neste ultimo e chato mes do mediano ano de 2011. Venho dar o ar da graça nessa minha ultima postagem (durante este mes logico, ainda é cedo para abandonar o barco e meu habito por escrever merdas é constantes) Estou montando a velha listinha soberana do ano de 2012, que para falar verdade aos caros leitores ou não, esta dificil devido a função; estudantil, e tambem o apice dos problemas; a falta de dinheiro o suficiente para fazer algo mais. Listinha que praticamente será a mesma de 2011 (No qual só terei o trabalho de 'copiar e colar', pratico não?)

- DEZEMBRO E FERIAS

Quando falamos em dezembro logo vem a ideia de viajar, para eu será viajar só em sonhos ou pesadelos, pois mais disso não podera acontecer infelizmente. Ano passado a tentativa foi ir ao hawai, perooo, das ondas, surfs, e um maravilhoso por do sol, resultou em um churrasco de gato na casa dos tios cariocas, vendo jogo do flamengo e com a terrivell sensanção de medo; de levar uma bala perdida, por exemplo! (desde que seja sem chiclete, tudo bem). Coisas que faladas de maneira mais detalhada, me renderia um canal humoristico de Tv esclusivo (e ai globulo ta afim?)
Pois bem, como "não to para maré" procuro ficar longe do Hawai e mucho mas de terras cariocas. (o Gran canion seria legal né? Não cabe ao meu orçamento)

- ESTUDOS E SEUS CAUSOS DOENTIS.

Fim de ano... ainda é dificil de compreender... pelo menos para nos, incompreendidos, amargos e sem dinheiro universitarios que passamos mais um ano todo estupefatos em casa estudando todos os tipos de materias existentes na historia da educação. Por incrivel que pareça te leva a pensar que um ano foi embora e voce passou grande parte do tempo de duração deste ano, apenas estudando, deixando a vida tornar aquilo que imaginavamos a um tempo atras durante a longa faze aborrecente não passar de uma doce ilusão. Não é ingenuidade, é mais uma situação de incoformação. Uma sensação de "o que eu fiz? Ja é dezembro!"
Tirando doces viagens a uma bela cidadezinha hermana ao lado dentro de rapidissimos, rapidississimos dias, coisas boas que passam inacreditavelmente rapidas, para mais uma inconformação, e logo a realidade, provas, trabalhos, tcc's', expedições, montagens, blablabla.
O mais dificil de tudo isso é que ainda restam mais dois anos para ter uma cabeça maltratada, barriga crescendo, bunda amassada, olhos tortos, cheio de cataratas (no qual passei por duas chatas cirurgias) e de quebra uma infernal tendinite (que "fulamente" aparece em dois seguidos finais de ano, porque será?), ah mais uma coisinha, um tal de "tique-nervoso" ninguem nunca imagina, nem as mentes mais ferteis, que padecerá de uma coisa dessa, chega a ser absurdo, mas meus amados amigos, falo por experiencia, coisas assim tudo por consequencias de dois longos anos enfunada aos estudos, no quarto ano, mal posso imaginar o que virarei, talvez uma especie de anomalia rara, nem tão rara assim (eu e mais quase 50% de amigos universitarios de primeira viagem em suas constantes tendinite; cujos ainda assim escrevem textos desse tamanho na internet com um braço só; Não é coisa para qualquer um, ou seja sou pertencente a familia de jovens especiais, logo sou especial rs) E coisas dificeis como essas, ainda leva a ter a ideia de ir fazer intercambio de inverno em Cordoba (cidade genial, de mate genial, chocolates geniais, churrascos geniais, neves geniais, arquitetura genial, porem "genialmente" longe...da genial mamãe) A conclusão de tudo isso é que venho notificar meu sofrimento, mas uma vez para variar...Sofrimento é uma forma simples de falar, alias quem nunca estudou na vida, pelo menos um terço da metade brasileira que não é analfabeta, sim, (né). ... E como a vida da voltas, e ainda penso em ciencias sociais!


Para passar seu final de semana melhor, do que ler um textos destes, fique com Astor Piazzolla interpretando Libertango.
E para terminar, mais uma versão de Libertango pela orquesta tipica el Afronte.

Um bom final de semana a todos e até 2012 (Se não fomos atacados por alienigenas segundo a alguns cientistas!) Abraços!