segunda-feira, 29 de agosto de 2011

E lá se vai...

Mais um ano pessoas, menos um! Reli umas postagens minhas, de mais ou menos 2 anos atrás e... cara eu sou foda! hahah tô rindo até agora com minhas próprias piadas. Isso é triste, certo?
Ah... os anos se passam e as coisas continuam as mesmas. Negada me enrolando, preguiçosa, sem fazer nada (Né Priscila?), alguns trabalhando, outros estudando, outros apenas vadiando mesmo. Eis os formandos de 2009! Mas mudanças estão por vir!
Como todos sabem: larguei a universidade, me bandiei para um trabalho de escritório, capitalismo me tomou, me abraçou, e me chamou de 'meu benzinho'. Mas, tenho fé que logo a maré muda. Eu mudo, você muda, nós mudamos, conjulgamos verbos inexistentes, falamos absurdos ao esmo. Felicidade é coca-cola. Enfim! Ando muito bem obrigada por perguntar, nuvens negras de outrora estão loooooge... voando longe, voando de tam. Vai de Visa!

Não, não fumei nada.
O amor é embriagante.
E te deixa brega.

Mas, antes que o ano termine, quero completar uma coisa da minha lista: sair com a negada. Por isso Priscila, prepare a mochila e bora lá, vocês não irão escapar esse sábado!

Beijo pessoas, no rim, no pancreas, na bilis, em todos os orgãos internos que você provavelmente só ouviu falar no "Private Practice" ou "Scrubs".

Tentativas e frustações

E o final do ano esta chegando, apesar não muito longo, pelo menos para eu que os dias passam tão rapido quanto minha vida, e durante miseros meses foram novas tentativas frustadas, tentativas de continuar a encher o saco de meus professores de violão, tentativas de criar um negocio e de cumprir com minha longa listinha de 2010, tentativa de reunir a negada (né Jeniffer) e por ai vai.
Longo ano, longo 4 meses a seguir, longo 4 meses de frustamento com o pobre violão e dedos rasgados, longos 4 meses para ver a Jeniffer dar o ar da graça nesse blog kkk, e a vida continua...

sábado, 27 de agosto de 2011

Paula Fernandes ou Doro?

Paula Fernandes dificil não conhecer com seu hit insuportavelmente irritante "passaro de fogo".
Começou sua fama apos aparecer com o Roberto Carlos em 2010(especie Pelé e xuxa), mas antes da fama em 2006, fez um disco de covers chamado "Dust In The Wind".
Kansas, The Who, The Cramberries, Simon and Garfunkel e uma versão do clássico hit "Nothing Else Matters" do Metallica!
Se bem que viro moda, Claudia Leite em Guns n Roses, ExaltaSamba em fear of the dark e a vida continua...

 Não acredita?

Judas Priest e Whitesnake (o ultimo)



Veja todos os shows em São Paulo

Concorra a pares de convite dos shows da lengendarias bandas do heavy metal de todos os tempos (os melhores) 

Deep Purple no Brasil em outubro

Banda retorna ao país pela 11º vez com miniturnê por seis cidades. Datas foram publicadas no site oficial do grupo na internet.


A banda britânica Deep Purple (Foto: AFP) 

Depois de 10 passagens pelo Brasil, o Deep Purple anunciou mais uma vinda ao país.
Desta vez, a miniturnê da banda britânica foi agendada para outubro e incluirá as cidades de Belém (5), Fortaleza (7), Campinas (8), São Paulo (10), Belo Horizonte (11) e Florianópolis (12), segundo informações do site oficial do grupo — na capital paulista, o show será realizado no Via Funchal.

A atual formação traz Ian Gillan (vocal), Roger Glover (baixo), Ian Paice (bateria), Steve Morse (guitarra) e Don Airey (teclados) — o guitarrista Ritchie Blackmore e o tecladista Jon Lord deixaram o grupo nos anos 1990 e 2000, respectivamente .

O repertório dos shows vai contar com antigos sucessos, como a mitológica "Smoke on the water", "Lazy", "Strange kind of woman" e "Hignway star", além das canções de "Rapture of the deep" (2005), seu mais recente álbum de estúdio, relançado agora em edição especial.

Criado em 1968, na Inglaterra, o Deep Purple se firmou durante a primeira metade dos anos 70 graças a discos como "In rock" (1971), "Machine head" (1972) e o ao vivo "Made in Japan" (1972). Após uma parada entre 1976 e 1984, a banda voltou à ativa com o álbum "Perfect strangers" (1984).

DEEP PURPLE EM SÃO PAULO

Onde:
Via Funchal - Rua Funchal, 65 - Vila Olímpia
Quando: 10 de outubro (segunda-feira)
Horário: 22h
Quanto: entre R$ 130 (pista) e R$ 300 (camarote)
Onde comprar: nas bilheterias, das 12h às 22h (de segunda à domingo) e no site www.viafunchal.com.br
Informações: www.viafunchal.com.br ou (11) 3846-2300
Classificação etária: 12 anos

Judas Priest e Whitesnake

Judas Priest e Whitesnake farão shows no Brasil em setembro. (Os melhores do mundo)
As bandas de heavy metal sairão em turnê conjunta e já confirmaram as datas em que tocarão no País em seus sites oficiais.
O Judas Priest anunciou que esta será sua última turnê - Chris Pizzello/ AP

O Judas Priest anunciou que esta será sua última turnê (infelizmente)
Os grupos repetirão o feito de 2005, quando se apresentaram juntos em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. (eu fui *-*)
 Neste ano, o Rio Grande do Sul está fora do roteiro, que desta vez passará por São Paulo, no dia 10, Rio, 11, Belo Horizonte, 13, e Brasília, 15. As bandas tocarão ainda na Argentina, Chile, Colômbia, Venezuela, Costa Rica e México.

A pré-venda para os shows, com exceção para a apresentação na capital paulista, começam no dia 7 de junho para clientes da Credicard, Citibank ou Diners. Para o público geral, os ingressos começam a ser vendidos no dia 14, no site da T4F. Os preços para todos as apresentações e as datas para vendas em São Paulo não foram informados.
Recentemente, o Judas Priest anunciou que essa será sua última turnê mundial. A banda deverá tocar os sucessos dos 40 anos de sua carreira. Já o Whitesnake, deve trazer o repertório de seu último disco, Forevermore, lançado este ano.
 

Red Hot Chili Peppers

Apresentação acontece em 21 de setembro, com abertura do The Foals

Os integrantes da banda Red Hot Chilli Peppers, que estarão em setembro no Brasil.  (Foto: Divulgação) 
Os integrantes da banda Red Hot Chilli Peppers,
que estarão em setembro em SP e no RJ.
(Foto: Divulgação)

A banda de Red Hot Chili Peppers fará show em São Paulo no dia 21 de setembro, na Arena Anhembi. O grupo californiano já havia sido anunciado como uma das principais atrações do Rock in Rio, em 24 de setembro.

A apresentação da banda liderada por Anthony Kiedis será baseada no disco mais recente, “I’m with you" (2011). A última passagem do Red Hot Chili Peppers pelo Brasil aconteceu em 2002, durante a turnê “By the way".
 O show de abertura ficará por conta dos ingleses do The Foals, que lançou em 2010 o álbum "Total life forever", apontado como um dos melhores daquele ano pela revista NME.

Formado em 1983, o grupo de Kiedis, do baixista Flea, do baterista Chad Smith e do guitarrista Josh Klinghoffer tem 10 álbuns lançados e é conhecido pela mistura de punk rock e funk. A banda já vendeu 50 milhões de discos, ganhou sete prêmios Grammy e, em 2008, recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.

Antes do Brasil, o Red Hot Chili Peppers passará pela Colômbia, Peru, Chile e Argentina.

Os ingressos para o show em São Paulo começarão a ser vendidos no próximo dia 5 de julho, na bilheteria do Estádio do Morumbi, e custarão R$ 200 (pista) e R$ 500 (pista premium). Informações sobre outros pontos de venda de ingressos estão no site oficial da turnê brasileira.

Blind Guardian e System of Dawn em São Paulo


Saxon em Fortaleza.

Data: Quinta-feira, 20 de Outubro
Local: Barra Biruta
Avenida Zezé Diogo - Praia do Futuro, 4111 - Fortaleza - CE
Horário: 21h
Bandas de abertura: Dark Side - 19h / Motorocker 19h45
Ingressos
Pista - 1º Lore Promocional - R$ 70,00
Vendas online: http://ticketbrasil.com.br/show/saxon-ce/

 


System of Down, uma das maiores banda de heavy metal da atualidade.
Data: Sábado, 01 de outubro de 2011
Local: Chácara do Jockey Avenida Pirajussara, S/N - São Paulo - SP

Blind Guardian banda de power metal Alemã, influenciados pela cultura medieval e nas obras de J.R.R Tolkien, a banda lançou seu novo album em 2010 “At the Edge of Time”, que será apresentado no Brasil com a turnê

Data: 09 de setembro/2011 (sexta-feira)
Horário: 22h
Abertura da casa: 20h
Local: Rua Funchal, 65 - Vila Olimpia
(11) 3846-2300
www.viafunchal.com.br

-----------

Pearl Jam em Novembro.

Além dos shows no Morumbi, banda toca no Rio, Curitiba e Porto Alegre. Ingressos para apresentação começam a ser vendidos em 25 de agosto.

Foi anunciada nesta sexta-feira (19) uma segunda apresentação do Pearl Jam no estádio do Morumbi, em São Paulo. A informação foi confirmada pela produtora Time For Fun.

Além das datas anunciadas anteriormente, o quinteto tocará no dia 3 de novembro. As entradas para o show em SP no dia 4 do mesmo mês já estão esgotadas.

A pré-venda para fã-clube da banda começa no sábado (20) e a venda para o público geral começa na próxima quinta-feira (25). O grupo de Eddie Vedder retorna ao país em novembro com a turnê que celebra os 20 anos do grupo.

Os shows serão em São Paulo (dias 3 e 4, no Morumbi), Rio (6, na Apoteose), Curitiba (9, no estádio do Paraná Clube) e Porto Alegre (11, no Estádio do Zequinha). Os ingressos para os shows são vendidos para o público em geral a partir de 1º de agosto pelo site da Tickets For Fun (www.ticketsforfun.com.br), pelo telefone: 4003-5588 ou pelas bilheterias oficiais.

O Pearl Jam foi formado em Seattle em 1990. O grupo é formado por Eddie Vedder (vocal e guitarra), Jeff Ament (baixo), Stone Gossard (guitarra) e Mike McCready (guitarra). O baterista Matt Cameron se juntou ao grupo em 1998 após sair do Soundgarden.

A banda grunge americana já vendeu cerca de 60 milhões de álbuns ao redor do mundo. Dentre seus hits estão "Black", "Jeremy", "Even flow" e "Alive".

Veja os valores das apresentações abaixo:

Pearl Jam no Brasil

São Paulo (Estádio do Morumbi)
Pista – R$ 190
Cadeira Inferior A – R$ 340
Cadeira Inferior B – R$ 340
Cadeira Inferior B (PNE) – R$ 340
Cadeira Superior Azul Premium – R$ 380
Cadeira Superior Laranja – R$ 380
Arquibancada Azul – R$ 240
Arquibancada Vermelha – R$ 240
Arquibancada Vermelha Especial – R$ 240
Arquibancada Laranja – R$ 240

Rio de Janeiro (Apoteose)
Pista 1 – R$ 350
Pista 2/Arquibancada – R$ 250

Curitiba (Estádio do Paraná Clube)
Pista 1 – R$ 300
Pista 2 – R$ 200
Cadeira Descoberta – R$ 220
Cadeira Coberta – R$ 250
PNE – R$ 100
Arquibancada – R$ 100

Porto Alegre (Estádio do Zequinha)
Pista – R$ 180
Arquibancada – R$ 150
Cadeira – R$ 200

Fonte: G1

Ring Starr band no Brasil

Ringo Starr no Credicard Hall
SÃO PAULO (Show 1)
Serviço: Ringo Starr & All Starr Band
Realização: TIME FOR FUN
Apresentação: NEXTEL
Local: Credicard Hall - Av. das Nações Unidas, 17.981 - Santo Amaro – SP

Central de Vendas Tickets For Fun: 4003-5588
Data: Sábado, 12 de novembro 2011

Horário show: 20h30
Duração do show: aproximadamente 2h

Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos; 12 anos e 13 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais); 14 anos em diante: permitida a entrada (desacompanhados).

Capacidade: 5860 pessoas

Meio de Pagamento Preferencial: Credicard

- Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário: no ato da compra e entrada do evento (para compras na bilheteria oficial e pontos de venda físicos) / na entrada do evento (para compras via internet ou telefone).

- Clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners contam com pré-venda e poderão adquirir ingressos entre os dias 11 e 17 de julho de 2011.

- Clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners que efetuarem compra via internet até 72 horas antes do evento, serão isentos de taxa de entrega.

- Clientes do cartão de crédito MasterCard podem optar pela tecnologia MasterCard ShowPass, no qual o cartão vira ingresso. Mais informações no site: www.mastercardshowpass.com.br


- Vendas limitadas a 08 ingressos por pessoa

HORÁRIO DA ABERTURA DAS VENDAS

A pré-venda para clientes Credicard, Citibank e Diners abre no dia 11 de julho (a partir da meia-noite) e as vendas para o público em geral no dia 18 de julho (a partir da meia-noite) nos seguintes horários, de acordo com os locais:

Internet (informações e vendas) — Tickets For Fun (www.ticketsforfun.com.br), a partir da meia-noite.

Telefone para vendas — 4003-5588 (válido para todo o país), às 9h

Pontos de Venda Tickets For Fun – às 10h

http://premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx, às 10h

Bilheteria Oficial – Estacionamento Credicard Hall, às 12h (meio-dia)

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA


Estacionamento anexo ao Credicard Hall - diariamente, das 12h às 20h - Av. das Nações Unidas, 17.981 - Santo Amaro – São Paulo (SP)

LOCAIS DE VENDA - COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

http://premier.ticketsforfun.com.br/content/outlets/agency.aspx

Central Tickets For Fun: por telefone, entrega em domicílio (taxas de conveniência e de entrega) — 4003-5588 (válido para todo o país), das 9h às 21h - segunda a sábado.

Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br (entrega em domicílio - taxas de conveniência e de entrega)

Formas de Pagamento:

Dinheiro, cartões de crédito American Express, Visa, MasterCard, Diners e Cartões de Débito Visa Electron e Rede Shop.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Perder la ternura jamás

"O socialismo não é uma sociedade beneficente, não é um regime utópico, baseado na bondade do homem como homem. O socialismo é um regime a que se chega historicamente e que tem por base a socialização dos bens fundamentais de produção e a distribuição equitativa de todas as riquezas da sociedade, numa sitação de produção social. Isto é, a produção criada pelo capitalismo: as grandes fábricas, a grande pecuária capitalista, a grande agricultura capitalista, os locais onde o trabalho humano era feito em comunidade, em sociedade; mas naquela época o aproveitamento do fruto do trabalho era feito pelos capitalistas individialmente, pela classe exploradora, pelos proprietários jurídicos dos bens de produção."

"Não nego a necessidade objetiva do estímulo material, mas sou contrário a utilizá-lo como alavanca impulsora fundamental. Porque então ela termina por impor sua própria força às relações entre os homens."
 "Se você treme de indignação perante uma injustiça no mundo, então somos companheiros."

Acima de tudo procurem sentir no mais profundo de vocês qualquer injustiça cometida contra qualquer pessoa em qualquer parte do mundo. É a mais bela qualidade de um revolucionário.

"Déjeme decirle, a riesgo de parecer ridículo, que el revolucionario verdadero está guiado por grandes sentimientos de amor.."
"Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás." Che Guevara



terça-feira, 23 de agosto de 2011

Cinema Brasileiro

O Cimema brasileiro atualmente vem tendo varios lançamentos, cresceu em produção audivisual como novos e mais modernos equipamentos utilizados em filmes hollywoodianos. Mas é inegavel que o cinema brasileiro vem atravessando uma maré de azar desde suas origens, uma fase dificil que vai perdurar por mais tempo.
É frustante o numero de jovens correndo atras do cinema, querendo fazer filmes e acabam tendo influencias erradas, fazendo a mesma gozação, o mesmo drama (se é que existe no Brasil), o mesmo cotidiano, a vida urbana brasileira, as drogas, corrupção, favelas, o samba, praias e mulheres despidas. Acabam fazendo algo comum e quando perdem a categoria do Oscar de filmes estrangeiro ficam chateados. Isso vai mais alem de votar no Cristo como maravilha do mundo e mostrar isso em um filme. Cada vez tentam cultivar aquela coisa de "orgulho nacional" que no final sabe se la onde esta o contexto que gostariam de apresentar.
Um filme ítalo - franco - brasileiro  de 1959, dirigido por Marcel Camus, unico vencedor do Oscar de filmes estrangeiros. E mais bem sucedido.

Sabemos que os americanos são superpatrioticos e que gostam de esfregar a bandeira na cara do teleespectador em qualquer cena e em qualquer frase - vejamos os franceses, o mesmo grau de patriotismo sem a necessidade de esfregar aquelas cores na sua cara e se mostra uma digna produção no cinema mundial. O problema é que o brasileiro busca confrontar cultura com as demais. É feita de tal maneira repetida e inculcada na cabeça dos pobres jovens aprendizes que fazem nos documentarios a longas aquilo "vergonha de uma nação".

Um filme brasileiro-estadunidense de 1985. Dirigido pelo cineasta argentino Hector Babenco
Isso quando não acaba acontecendo que o mais diversificado e menos cultural filmes que temos hoje, vem com a mesma tradição americana, a bandeira dos states, atras de um presidente negro, com vilões mexicanos, um galã e uma musica especie "senhor dos aneis", mas isso é só um dos lados menos pior.
O pior mesmo é quando tentam fazer biografias! Com os artistas de sempre (Globo), depois que esse filme é assistido em algum evento cinematografico internacional como Festivais e derivados, recebe sempre o mesmo comentario, " Contemplamos mais um bom filme e é incrivel como cada vez mais a industria cinematografica brasileira vem crescendo". Vem crescendo a muito tempo ja!

Ou uma simples frase que saimos manjando o filme inteiro como "O maior roubo a banco da historia do Brasil".
Logico que o objetivo de um filme é entreter, entrosar sempre. Historia nós brasileiros sabemos contar bem e nem precisamos ser patrioticos ou dramaticos para isso, mas precisamos saber como levar isso ao filmes, talvez falta uma pimenta, uma coisa que fuja um pouco da nossa sociedade, uma linha musical de efeito, novos artistas que não faltam nesse pais e jogar menas propagandas de pobreza. Com uma radicalização o cinema brasileiro venha a ter cara de filme e não de novela.
De 2002, dirigido por Fernando Meirelles



Oscars 2004 (EUA) - Cidade de Deus (Um dos filmes brasileiros mais bem sucedido no Oscar)

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Qua mundo é esse?

Desde quando existe o posso.
O que eu posso? Um proletario fudido pela incapácidade governamental
O que eu posso? Me disseram para falar verdade; que escreveram.

Me ditaram a verdade; uma verdade ditada é verdade?
Eu não posso. Voce não pode
Nos não podemos ir contra os porcos.
Putos e fodidos são estes. Ditadores monumentais
Com pele em corrupção. Estrupadores e extorquidores
Eu não posso. Voces tambem não podem, nos não podemos droga nenhuma contra eles.
O que são os proletarios.
Destroçados, açoitados diariamente pelo capetalismo insano e obcessivo de uma sociedade
E onde esta a sociedade. Na boa! Não esta.

Esta muito bem escondido,
No bolso dos ditadores, porcos.
E a criança mulambenta! E os velhos caqueticos!
Estes: Há de contentar-se com os serviços publicos.
Vaselina na veia, leite passado; no lugar do livro escolar.
Sociedade? Esta muito bem escondida nos bolsos dos coletores do oba-oba.
Impostos muito bem camuflados nos adornos das donas porcas.
Entretanto as putas que se contentem com os porcos e os baseadinhos como presentes.
Povo? Sociedade?
Palavras quais não existem no vocabulario.
Convivencia publica, compartilhação, remedios, atenção, mas que caralho é isso?
Moralidade publica onde esta?
Não, Não.

domingo, 21 de agosto de 2011

06

Vejo o delirio de uma vastidão sem palavras que tornam a estar em ciclos rotativos cujos nem mesmo os loucos pode verem suas margens girarem. Talvez se ve seu proprio rosto refletindo sob a sua exata criação, pois é exata sim, pois é teu invento, é impossivel aos netespectadores enxergarem alem das rodas giratorias de uma motocicleta, mas o que se vê realmente é o seu proprio rosto, teu invento, tua criação, não, não há explicação. Pode ser um poema em termos liricos, tentando vagar até o epicentro do sua imaginação, reza a lenda americana que é simplesmente fazer dos dados não simplesmente a aparição que este dão, mas fazer muito mais que o obvio, fazer transceder os dados, o famoso dito popular, É meu, não é teu.

sábado, 20 de agosto de 2011

05

Talento é natural, talvez seja mesmo um dom, não se acha facilmente em qualquer escola da vida, não se compra, nem sobre o efeito de mil drogas, como atomos em circulação, como elétrons e suas danças inigmaticas construindo a formação da vida, moleculas como cabritos saltitantes, mas sempre sob o comando da mente, da sensibilidade que somente o artista tem, do homem que estuda para ser, do impressionismo que acolhe as exposições aos seu olhos, da necessidade de explodir o balde gelado de sensação. As sensações se tornam alargadas e otimizadas, talvez até deformadas por outros conceitos como tabuas de quadrinhos, são efeitos do natural.

Flores? Nem em sonhos latinos!

Estou dentro da busca de uma musica para um dia comum.
Pensei em viver de uma forma inusitada, talvez como em um filme, como sera sua trilha sonora aos fundos, dando sentido a sua depressão momentanea, mostrando o rumo arrasador de uma vida raivosa, deixando um lado estantaneo desaparacer como em um mar, e o som ao fundo transformar aquela paisagem numa aventura florida ao som de um rock, um carro em velocidade de uma estrada lisa e na perfeita sensação de liberdade. O cotidiano nem sempre termina nas cordas bambas de um blues, nem sempre termina no certo. Flores? Não consigo acha-las nem em sonhos latinos. Nem sempre a vida acaba no samba, Acredite.
Sigo sua estrada raivosa com Page aos fundos, sua guitarras arranhadas e nos passos embaçados e contraditorios, em um final drastico dos cantos de Gardel. Teu tango termina muito pior que a costumeira tirania e dessa vez não posso volver a mi pequeño mundo de la realidad normal.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Diferenças a parte

"As obras de reforma para a Copa 2014 no Maracanã foram interrompidas no começo da tarde desta quarta-feira, em paralisação dos operários após um acidente ter deixado um trabalhador ferido. O ajudante Carlos Felipe da Silva Pereira ficou com uma queimadura na perna após a explosão de um galão de combustível. 
De acordo com os relatos, o recipiente (que estava vazio e seria reaproveitado) seria cortado ao meio e explodiu após o corte do facão ter provocado uma faísca. O ajudante de obras foi levado para o Hospital Sousa Aguiar, (Centro do Rio) e sua situação de saúde é estável.
Após o acidente, cerca de 1500 operários interromperam os trabalhos reivindicando melhores condições de trabalho. A Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (Emop) informou que as exigências estão sendo analisadas pelo consórcio executor. Uma reunião entre representantes das partes envolvidas foi marcada para o fim da tarde." Jornal

Para alguns foi apenas um acidente, para outros um acontecimento normal no Brasil que é falta de segurança, para esses trabalhadores foi dor e angustia e o medo de continuar trabalhando sem no minimo o atendimento publico imediato e a consideração para esses trabalhadores realizando mais um evento mal organizado (e atrasado) como este. E que de passagem, ficara ainda mais atrasado.
Durante conflitos e protestos que aconteceu na Inglaterra, surgiu o tipo de pergunta mais incredula que muitos ouviu como "E depois falam do Brasil!" ??
Violencia, marginalidade, corrupção, desigualdade, independente de protestos que as vezes valem a pena, é a doença cronica brasileira, um pais grande, bonito, rico, poderia mostrar mais do que o povo brasileiro espera a muito tempo. A questão é que conflitos que passam é diferente de conflitos cronicos, é a diferença entre protestos e violencia passageiros na Inglaterra e violencia constante em um pais prestes a ter um evento a qual reunira turistas e visitantes.


Abraços!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Chau Malandro

Depois, tinha uma guria em um boteco da esquina, o Chau Malandro, é aqui perto de casa mesmo, o dono era um advogado bem sucedido e só pelo nome do vozão dá pra perceber que boa coisa não era, advogado, rico, dono de buteco, só faltava ser ex-PM. Um bar pé de chinelo, na real alguns mulambentos e algumas bichas magrelas e locas. Era boazinha a guria, bonitinha, uma fofura(inha) lembrava o sambinha da outra esquina. Até disse pro parsa que se ela dissesse para pular no Tiete pelado eu pularia, ou se me convidasse para ir pro recife com ela nem pensaria na opção Amazonas. "Puts mano" disse o careca. "Porque careca?", "Mas que meu chapa, ir pro Recife com uma garota do bar da esquina que tu nem sabes se é mais uma dessas bichas malucas, e lembrando do pagodão do boteco da outra esquina é pior que pau na trave e depre no verão.

Confidencial

Até hoje não sei se sou nerd ou depressiva, sem amigos ou sem correr atras de amigos, o fato de ficar coçando em casa faz de voce um nada, um nerd, um depressivo em isolamento, ou caseiro; desempregado e sem dinheiro para fazer algo que preste? O fato de sua mãe correr atras de voce aos 20 anos de idade é ser nerd ou retardado (sim eu passo por isso), o fato de ficar mais de 10 horas no computador é ser o que? Um porra loca ou um doente mental. Escrever merda em um blog faz de mim um retardado mental, um nerd, um depressivo ou um porra loca. Ser ou não ser.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Las chicas jodidas

Juro que estava preocupado com os problemas maiores que existem da minha vã vida, mas isso ficava ali sobrevoando as garrafas de vinhos, alguns pedaços de alguma coisa, uns discos do Zeppelin, com uma guria que conversa por horas sobre mortes dos 27, amenidades sobre Jim Morrison e como todos os dias são chatos. O tempo nunca passa rapido, só restava o restante da tarde bebendo umas doses, enchendo de chumbinho os gatos no telhado do vizinho. Sou do tipico homem que não da bandeira, muito menos uma guria encharcada de pinga a ponto de vomitar e chorar sobre fulanos e ciclanos, por então, levei-a para casa, que nada, foi mais pra garagem da casa dela - De que merda eu disse. Alguns amigos fazem um puta blues na guitarra. Eu ia tocar alguma coisa numa festa de uns motoqueiro la mas eles falavam castelhanos e não deu certo, me deram um pedaço de carne, uma garrafa de Jack Daniels, e uma guitarra e toquei a noite toda alguma coisa trash, inventei uma castelhana buenos dias de la banda chicas jodidas. A garota bebada gostou e disse que preciso continuar tocando na banda chicas jodidas em homenagem a ela, agora. Um dos castelhanos amigo meu namorou uma garota durante um tempo e quando ele resolveu da um pé na bunda dela, ela foi atras, jogo ele no chão, bateu pra caramba, até ele ficar bebado de tanto soco no estomago, parecida um skinhead batendo em um Ganês e no final engravidou dele para poder dar as redeas, ao menos pensou que teria as redeas, a garota bebada da homenagem, riu por longo tempo dessa historia e sempre quando enchia cara lembrava e soltava a guela e disse pra mim que mulheres era tudo umas puta igual a puta Eva de Adão de Adão e Eva , qualquer fruta que elas acham por ai elas comem, gostaria de ser menos puta, mas sou muito boazinhas para isso me disse. Eu concordei de boa com ela, afinal era apenas mais uma puta, mulher fala, fala e não distinguem nada e ainda não entendem a culpa, mas que hijo da puta es vos! - De que merda eu disse. Ela disse, não dou conta do que sou, só sei o que sou, sou mais uma que não se da conta do que ja são e resolvem ser mas não são. Por Dios, mas que Diabo es isso, não responda a merda que eu disse - De que merda eu disse.

domingo, 14 de agosto de 2011

Domingo faroeste

Neste domingo nem tão mal assim e dessa vez com um toquezinho de depressão neste clima frio, uma garoa marota tipico de sampa, um tempinho nostalgico, qualquer deprê fica ainda mais deprê, um tempo lento que lembra o quanto tu es sozinho(a) Sem estar afim de ouvir musicas mais desanimadoras ou o faustão, muito menos a continuação do Big Bnag Theory, vi o quanto é bom reviver os filmes faroestes os famosos bang-bang, e Chino é o filme que eu indico, qualidade ruim atualmente, mas boa para epoca de 70 a qual o filme foi realizado, com um ator nada mais nada menos que Charles Bronson e uma trilha phoda, nada mais a comentar.
E ainda aquele filme classico de "sessão da tarde" 
Emfim ja falei de Closer neste blog eu acho que varias vezes, pois bem agora só pegando uma rabeira no filme, vou fazer uma recomendação de Damien Rice que ficou conhecidissimo com aquela musica "The Blower's Daughter" no filme. Apesar de pouca coisa lançada mas de extrema qualidade, juntou alguns musicos e fez coisas legais, para quem gosta de algo mais calmo indico as versoes brasileiras no qual Damien e Lisa Hannigan cantam em portugues, são "desafinado" e "Aguas de Março", muito boa, vale a pena conferir, afinal hoje é domingo que grande merda, não?

Run baby Run!

Porque você corre? Sua sombra ainda está atrás de você, por mais que você corra. Fugir? Do que? Ou melhor, de quem?
Não dá pra fugir do que está dentro de você... A sua sombra te acompanha, mora dentro de você... Essa sensação... Ela não irá passar. A dor que corroi seu peito, irá corroer seus ossos...

Fugir? Só tente...

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Aos desafinados

Todo mundo deve conhecer "Os desafinados", especialmente porque foi lançado um filme em 2010 sobre a trajetória desses grandes músicos, que também acompanha o cenário político do nosso país nos anos 60.

Mas poucos devem saber que Damien Rice e Lisa Hannigan interpretaram o sucesso "Desafinado", em português!

Confiram no link:
http://letras.terra.com.br/damien-rice/1643002/


Muito bom!

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Adotar é tudo de bom



Porque amor não se compra, não é mesmo?


Jeniffer Frossard

Vida Bamba

Estou caçando andorinhas em cordas bamba
E antes que eu enlouqueça nessa caçamba
Não vou citar sequer uma palavra
Meus coloridos pensamentos
Não destroi os sentimentos,
Que ainda sinto pela vida
Não é uma saida para encontrar e realizar uma despedida,
Seja na flor dos campos dos lirios, São Paulo, Libia.
Apenas sei que essa monstruosidade que chamam de vida
Tira todas as minhas fichas
De sobrevivencia nesse mundo sem cores,
Mundo desafeto sem amores
Não de gargalhadas coloridas,
Mas sim de uma sombria vida perdida
Entre rosas e espinhos
Não tenho ideia do destino, alias não sou adivinho.
Mesmo que vindo de outra dimensão
Isso são assunto que ficam para sempre na mente e no coração
Daqueles que ainda choram por um bom universo
Normal ou inverso,
Mas nem tudo acaba assim.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Oleo Diesel

Um cheiro de oleo diesel sobre os trilhos do trem
Minhas botinas gastas, não sustentam mais meus pes.
Deixei meus pertences divinos para tras

Agora tenho uma mochila, vazia talvez.
Isso não é pior que dentro de um dos vagoes de carga repleto de combustiveis.
Repleto de "explosões" e mentiras.

É um decorrer da realidade neste continente
Pedras, pedregulho, pedrinhas.
Deixei com elas minha motocicleta enferrujada e descascada,
Tambem na companhia de alguns corvos sedendos por vingança.
Minhas botinas gastas não sustentam mais meus pes.
Nada melhor que a felicidade.

domingo, 7 de agosto de 2011

03

É um mergulho comico dentro de um saco de vomito, da não lucidez dentro das outras coisas, não é morfina, muito menos aquilo que bocejam de ti, ou alguma droga, excesso de overdose, não, não é isso, pois dentro de voce, de eu, essa semente germinou a muito tempo, quem nunca semeou palavras, que nunca abocachou sentimentos de seu ares viagem, não precisa ser Goethe para averiguar, não precisa ser Monet para transformar seu impressionismo em expressionismo, somos interdimensionais como as estrelas, criamos isso dentro de nos é como uma raiz maligna sob uma plantação sã, somos uma realidade crua, um mergulho comico em surtos de lucidez.

sábado, 6 de agosto de 2011

Iron Maiden; O Show

Em dois anos atras realizei um sonho em ver pela primeira vez na minha vida um show do Iron Maiden em sampa. Foram muitas historias de amigos, falando absurdos sobre a tonalidade Heavy Metal do Iron ao vivo e o espetaculo do (bonecão de olinda haha) Eddie, pois bem, foi show de bola, uma momento inesquecivel.
E no dia 26 de março de 2011 foi o dia em que bati o record em ir pela segunda vez no show do Iron, de inesqueciveis ultimas horas, sim, não passei a madrugada inteira em pé atras de ingressos e nem se quer um real, mas foram me dados, isso que é bom ter amigos que desistem na hora H e dessa vez foi em nada mais nada menos que o show do Iron.
Foi uma grande espera para realizar minhas ansiedade do show do Iron pela primeira vez, desde quando ouvi por indicação o album The Number of the Beast, um dos cds prediletos de minha titia querida.

O Iron é uma das bandas que estão na vitrola da trilha sonora do meu cotidiano, entretanto nunca imaginei ve-los ao vivo. Cresci regada por Ramones, mas nunca deixando para tras esse album fantastico, imaginando pelo radio e por encartes como seria tudo isso ao vivo. Mas chegou, eu, Rodrigo e Karla, estavamos lá, chegando um pouco acima do tempo, o qual enfrentamos um fila interminavel, mas todos com muitas historias para contar, algumas coisas engraçadas rolando na entrada, tudo foi otimo, tirando o fato da má organização dos promotores, muitos furando fila, e fazendo alguns tipos de desordem, afinal temos de levar em consideração de que os produtores acostumados em trazer Restart, NXzero, com certeza deve ter imaginado que os headbanger poderiam causar desumanidades por lá, deve ser isso a falta de indicadores e mais pessoas de organizaçao por lá 
Quando entravamos, eu pessoalmente não acreditava que iria ve-los novamente e praticamente a ultima vez de frente.
Acredito que todo aquela angustia e energia no ar, era com certeza o fato de não aguentar mais a ansiedade para ver Dave Murray, Janick, Harris, Adrian Smith e Bruce prontos para entrar, o Cavalera Conspiracy foi a banda de abertura que tambem não deixou de fazer a festa para o morumbi lotado, mas emfim, foi chata a espera e derrepente começaram a aparecer, confesso que não acreditei que era verdade, derrepente era nada mais que Bruce saltitante a nossa frente, quem estava mais a frente deve ter sido unico, afinal eu um pouco mais longe pude ter uma sensação enorme. Confesso que não conseguir me mover, vendo os caras insanos durante todas as quatros primeiras musicas, não podia deixar de ver os movimentos de Steve Harris e seu baixo a qual tanto assisti em videos, na tv e etc.
"2 Minutes to Midnight" foi fantastica, o musica do disco novo "The Talisman" foi mioto show, não tinha ouvido antes e pra minha alegria foi uma das melhores, todas as classicas, "The Trooper" ao vivo é como nos videos, com Bruce  carregando uma bandeira do Reino Unido e se transformando no palco, sim foi show de bola, enquanto outros ao lado, berravam e pulavam, gritavam o nome de Bruce la estava eu perplexa com a disposição do Bruce logo a minha frente. "Dance of Death" ao vivo é muito diferente. Bruce dedicou "Blood Brothers" no Morumbi lotado aos Fãs japoneses devido a triste tragedia acontecida na terra do sol nascente. Em "Fear of the Dark" eu definitivamente perdi a voz. Eddie nossa emblematica figura apareceu duas vezes andando pela palco e depois acho que a mais louca possivel, atras do palco, com olhos assustadores, muito interessante e trabalhoso para todos que fizeram aquela obra de arte. Foi muito show e não poderia de deixar de falar um pouco sobre esse meu ultimo show,foi especial. Emfim “Scream for me, São Paulo”, disse ele, e nos apenas delirando o show inteiro até o final de todo aquilo lá.

No Rio a abertura foi da banda Shadowside, que eu gostaria que fosse em Sampa haha putz, uma pena!
E ainda eles estiveram em Brasilia, Belém, Recife e encerrou em Curitiba.

Por fim, o show do Iron Maiden não teve assim supresas. Nos ja sabemos na grande maioria que a banda não costuma mudar seu set list, é tudo bem programado, até mesmo as performaces, alias quem gostaria de ir ao show dos caras com suas musicas novas e sem "The Trooper"," Fear of the dark", seria estranho, alias ai estão suas marcas, mas a atuação de Bruce é instantanea não há igual, pegue todos os videos da banda e compare, é o diferencial de uma banda tão grande.

Apesar de algumas criticas, acredito que para quem foi a primeira vez, a banda não deixa de atende-los e não deixa por desejar, quanto aos fãs sim, são imensos, se pensa que encontrara apenas roqueiros por lá esta enganado, se possivel até Zeca Pagodinho estava por lá rsrs. O resumo de tudo é que essa banda agrega todos os tipos de fãs de diversos tipos musicais.

Veja fotos no flickr [tirada por uma amiga]
http://karlaaphotosiron.flickr.com

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Poder e abusos

O que é correto politicamente hoje é o comportamento criado pelos manipuladores e não ouse em ir contra essa corrente, não ouse em querer brigar com um defensor de palhaçadas publicas. Por que ele é inteligente, voce não, ele é o rei da cocada preta, voce? nada, apenas um telespectador ou seja mais um manipulado.
Hoje o que se vê é um bando de bunda mole com aqueles mesmo discurso de sempre ou um cara que se acha Deus e não é nem o diabo, alias é isso, povo, politicos,  jogadores de futebol, paises, hoje se resume em robotica, sem sentimentos, sem naturalidade, sem extase, sem atenção, sao robotizados, quando um tem personalidade nessa sociedade "moderna" e diz o que pensa é crime, voce é arrogante, ignorante, anti-patriotico, o escambal, menos um humano.
Mas fazer o que? Temos de seguir com sertanejo universitario, Luan santana, João Sorrisão. Qual o meio que pode se vender ou validar algo? Parabens é a propaganda, em tempo de um monte de "another brick in the wall", um João Bobão Sorrisão é apenas um divertimento
Talvez isso seja o minimo para uma sociedade que se diz moderna, pois bem, pode ser sim modernizada, com um conforto de um microondas, de um computador, mas que a mentalidade regredio. Abrem mão de suas dignidades e viram bonequinho publicos, meu amigo, é a modernidade, vamos usufruir a legalização da maconha, vamos fumar maconha ficar bem doidão porque o carnaval esta ai e se alguem aparecer gravida depois é só tirar, afinal é uma crise de adolencencia, é inocencia, pelo menos uma criança não será jogada no rio! Um brinde a sociedade moderna.
Enquanto a rede globo manda e desmanda no Brasil, uma rede nacional que todos tem assesso, afinal dinheiro para pagar tv paga nem todos tem. Essa emissora-cancer do Brasil faz bem em prosseguir pondo o povo sob jugo durante tantas décadas.
A televisão controla perfeitamente a sociedade da maneira que desejam, mantendo a população estagnadamente manipulada, realmente fica facil manter os abusos praticados por aqueles controladores do "poder" no Brasil.

Vivemos em um modo de produção regído pelo dinheiro não estaremos, estamos em plena decadência da humanidade.
O abismo do neoliberalismo é muito profundo e contagiante do que os dos regimes sociopolíticos anteriores, acredite. Depois a modernidade é lucro. A unica coisa que tenho em relação ao futuro é medo, medo é pouco.

Mas vamos com calma Priscila, cuidado pois sua discordia nada bairrista, te leva a ser extremista, conservadora, enfim é a diferença sutil e letal entre a opinião e a critica, as pessoas entendem como quiser, é lei da causa e efeito diga-se de passagem.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

"I just believe in me


Yoko and me
And that's reality.
The dream is over,
What can I say?
The dream is over
Yesterday
I was the dreamweaver,
But now I'm reborn.
I was the walrus,
But now I'm John.
And so dear friends,
You just have to carry on
The dream is over."

Love, perdido a tempos atras, perdido por aqueles que lhe trouxe abandono e que horrivelmente se foi... recebe-lo gentilmente por uma pessoa querida, e finalmente reecontra-lo, deixou de ser a morsa, deixou si mesmo, deixou de ter "outros" ao lado, deixou o sonho, deixou de conceitos.. que conceito maior que o amor? Dizia Bob. Love, Love, recupera a essencia, a morte, o abandono, as decepções, as separações, o "anti". Nunca, nunca jamais mata.

"Love is free, free is love
Love is living, living love
Love is needing to be loved"

Adios!

"Em um Mundo Melhor"

Neste ano podemos conferir o melhor filme em lingua estrangeira, ganhador do Oscar, o dinamarquês "Em um Mundo Melhor", de Susanne Bier onde foi arquivado nesta grande categoria do Oscar onde poucos e grandes filmes estrangeiros glorificam seu cinema nacional.

A diretora Dinamarquesa Susanne Bier depois de uma fraca integração no cinema norte-americano com o filme  "Coisas que Perdemos pelo Caminho" de 2007. Vem retratando um filme interessante, mostrando mais simplismente e de forma mais complexa e objetiva, familias problemáticas, um forte sentimento de culpa, o Bullyng, a tentativa de recontrução de uma familia, o distanciamento, temas pelo qual filmes de melhor qualidade artistica como o argentino "Abutres" e o "Tio Boonmee, que Pode recordar Suas Vidas Passadas" Tailandês ganhador de Palma de Ouro em Cannes 2010.
Por fim é um filme que tem que ser assistido, não é um que deveria estar entre os principais, mas sua qualidade de atores e os fortes pontos emocionais refletem a grandesa e a justiça de ter ganhado o Oscar.

---
Dinamarca e Quênia, são os paises que fazem paralelo no filme "Em um Mundo Melhor". Um médico chamado Anton (sueco Mikael Persbrandt) que viaja frequentemente a África para cuidar de mulheres que foram atacadas por um chefão do territorio. Durante o tempo de trabalho, em casa ele tenta recuperar o amor de sua mulher, Marianne (Trine Dyrholm), e a confiança do filho, Elias (Markus Rygaard).

Claus (Ulrich Thomsen) é viúvo e pai que mora na Inglaterra mas que volta para Dinamarca com seu filho pequeno Christian (William Johnk Nielsen) depois da morte da mãe de seu filho. Elias filho de Anton e Christian se conhecem quando Elias é humilhado por outro garoto da escola onde frequenta e Christian decide defende-lo e tomar suas dores. Com isso o menino revela um comportamento violento, a ponto de colocar em risco a vida do amigo, mas como os de sua volta. Essa é a outra Familia.

De volta a casa Anton tenta recuperar a confiança de teu filho, cujo esta sob influencia de seu novo amigo e acabava vendo o seu pai com outros olhos, revelando sentimentos ruins e vingativos para solucionar problemas. Ao longo da historia o chefão da aldeia necessita da ajuda de Anton que terá a chance de prestar contas com este.

Susanne e o roteirista faz a proeza de armar uma historia não muito distante da realidade. Um filme simplista, onde percebe-se a grande qualidade de expressoes usadas pelos atores, como uma narrativa mais acirrada e exagerando emoçoes. É a conversa de "dar da mesma moeda", o filme joga uma questão dificil de se resolver hoje, de revidar ou dar a cara a tapa, de retribuir na mesma quantia o bem quanto o mal, numa sociedade que vem mais de mal do que de bem, oferecer a outra face para o inimigo não seria simples.

02

América querida, quando o sol começa a desaparecer começa a surgir as lembranças do dia, me sento numa pedra velha no meio de um longo e longo chão coberto por terra com um por do sol quente, como um deserto, mergulho na vastidão desta terra seca, até a estrada de asfalto desperdaçada, observando e calculando os tres lados que tenho a escolha de seguir. Estrada crua, um mergulho sordido, todos sonham com essa vastidão. Meus oculos de sol são tão escuros quanto a mente dessa gente inapta, numa cintilancia sobre os pedais de uma balança infantil, alguns sons que não são de passaros como canta os poetas, não, são sons de uma estrada raivosa, de uma estrada cheio de meus amigos.
A lua que eu vejo sentado no meu ultimo centavo, é só a metade, reluzindo ofuscantemente ainda no por ardido do sol com seus raios ultravioleta, é a chegada da noite, é a chegada de mais um meio tempo do dia e talvez daqui a alguns pequenos minutos outras estradas que vou pegar. Não é a ultima praia, não sei o que vai acontecer, sei de uma velhice com teu manto do desamparo. Não penso em nada, apenas pego as minha tralhas e tento seguir muito mais alem da frente dessa estrada.