sexta-feira, 16 de novembro de 2012

A-deus


A-deus
Adeus não é uma despedida. É entregar à Deus o que você não pode mais cuidar. Li isso em algum lugar, talvez em algum parachoque de caminhão, ou blog adolescente. É bonito. Pode não parecer, e tem gente que duvida, mas sou uma pessoa muito religiosa. Não vou a igrejas, nem ao menos no domingo. Mas rezo todas as noites. Agradeço pelo dia, pela minha familia e amigos e pelo simples fato de estar viva. Estava um pouco afastada, as vezes nós precisamos de um tempo longe dos nossos pais, não? As vezes o caminho que estamos seguindo não é bem o que planejamos, e para não nos culparmos culpamos os outros. Eu culpei Deus. E como foi dificil esses últimos dias. Agente acorda todos os dias com vontade de mudar, mas todos os dias são iguais. Acho que todos os poetas, bêbados e loucos já tiveram essa sensação. Até que chega o dia da mudança. E esse dia é hoje. Adeus é para o blog, e para outras coisas que não posso mais cuidar. Preciso cuidar de mim. Aos que ficam, desejo paz. Todo o resto vem com a paz. Paz de espirito. Paz. Agradeço por tudo e mais um pouco aqueles que estiveram aqui e puderam acompanhar um pouco da minha vida, das minhas idéias, das minhas conquistas e das minhas tropeçadas. Tudo valeu a pena, isso posso garantir. Alias... como dizia um dos meus poetas prediletos: "Tudo vale a pena se a alma não é pequena"

3 comentários:

  1. Uma pena que eu tenha chegado já numa despedida.
    Adorei o blog! É sensacional!

    Beijos!

    Vi
    www.bardodataverna.blogspot.com
    facebook.com/vicentrix

    ResponderExcluir
  2. HAHAH quanto tempo!! to entrando em abstinência de blogs ;D

    ResponderExcluir