sábado, 7 de janeiro de 2012

Um novo ano, um novo problema!

Meu computador vinha enchendo as paciencias a alguns anos e no dia 31 nem só o ano de 2011 mas meu pc tambem ficou para traz junto com todas as minhas tralhas, textos, esboços, desenhos, fotos, filmes piratas baixados, poemas, contos, discos e mais um pouco, e dai? As vezes a internet me deixa tão cega ao ponto de fazer uma vida dentro do pc, não consigo me importar com o que perdi, tirando o fato de ter gastado horas escrevendo trabalhos escolares e textos bebados, depois dessa descobri que escrevo por apenas escrever, descobri tambem que não dou a minima para isso que as pessoas dizem ser criatividade ou imaginação fertil - Alias nunca dei a minima para nada que ganhei, nesta chata noite do dia 31 de Dezembro enquanto pessoas soltavam bombas até pelas partes de baixo da sulhueta, estava eu escrevendo em um caderno e assistindo dvds piratas da seria Spartacus que haviam me emprestado, dizem que a males que vem para bem e vice versa, mas que tudo continua a mesma merda é inegavel.

Nadie
Priscila F
Dicen que el tiempo es un bus de comedia de la vida.
Y yo no soy nadie, ni tú, ni ellos, ni nadie.
Ni la buena reputacíon, ni decepcion es mas grande que la cama que lleva mi cuerpo.
Hoy no pretendo nada y que todo vaya a la mierda.

Cigarros?
Priscila F

"Ei Tem um isqueiro pra empresta?"
"Mano me empresta o isqueiro ai?"
"Velho tem isqueiro pro amigo aqui?"
"Ai compade me descola um isqueiro parsa?"
"Tem isqueiro?"
"Um fosforo?"
Uma coisa que eu detesto é acender cigarro dos outros na rua. Não que eu seja egoista, mão de vaca, mas é o seguinte, um foguinho ali outro cá, uns dias, e terei de comprar outro e quando peço uma moedinha ali ou cá ninguem quer dar e me manda trabalhar, realmente amizade, amizade e cigarros a parte, como se eu fumasse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário