sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Conceito antes da concepção


É o dito 'preconceito' a qual acabo de sofrer e aqui escrevo infinitamente amarga. Acabo de sofrer um preconceito linguistico por ter sotaque e expressões regionalistas típicas do estado de são paulo (a qual eu pertenço, desde que nasci). A acusação não poderia ser mais fraca e mais baseada no nada que "O jeito que vocês falam é rídiculo, que tipo de pessoa fala 'nimim' ao invés de 'em mim'?" Porra, que tipo de pessoa fala? isso se chama variante linguistico meu caro! Eu não escrevo nimim, eu falo por ter esse sotaque e esse regionalismo, foda-se! Não gosta como eu falo ou me expresso? Foda-se também, não pedi pra ninguém falar comigo, foda-se quantas vezes necessárias!

Revolta? não meus caros. Apenas abomino certos tipos preconceituosos como esse tal que me discriminou.

Sempre que possível, quebre um preconceito, é o que eu digo. Agora, correr atrás de mim para me humilhar? Para me tratar como inferior por não ter uma fala pomposa como os manuais pedem? Ah me faça um favor, vá descascar batatas no cazaquistão, bem longe de mim!

Boa noite :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário