domingo, 21 de junho de 2009

De tudo tenho


Acho que me deste de tudo
Mais para o meu padecer
Mais para o meu sofrer
A lingua que é muda
O olhar que nao senti
O coração para morrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário