sábado, 23 de outubro de 2010

O Nordestino

O Nordestino

A passos curtos anda Raimundo
Pois cansou-se da viagem
Pau-de-arara veio cheio
Abufelou-se com uns cabras

Brocoió desde pequeno
Chegou hoje em São Paulo
Caqueou por trabalho
Custou a encontrar

Gente estranha de São Paulo
Enfezaram-se com seu jeito
Mangaram de seu peito, do seu jeito e seu gingado
De vagabundo foi chingado
Um fuzuê foi então armado

Raimundo, judiação,
Ficou quase sem pão
Liso, quis ir embora, voltar para seu mundo,
Pobre, vagabundo, voltou para o sertão

Nenhum comentário:

Postar um comentário