quinta-feira, 14 de julho de 2011

E para que parte fica o horario?

7 de julho de 2010, um caso que nem sei se ja postei neste blog centenario, mas é um caso curioso, uma simples carta foi entregue para seu destinario, o interessante é que ela foi entregue apos 70 anos de atraso, no estado da California nos EUA.
A correspondencia foi enviada em 1937 em 23 de dezembro.

( A carta foi entregue no Centro de Mulher do condado de San Joaquin. No entanto o prédio abrigava um convento há sete décadas. "Como pode uma carta ficar perdida no sistema por 73 anos?", questionou a diretora do Centro da Mulher, Joelle Gomez.

A carta tinha sido enviada para Marie Fergone e dizia: "Querida Marie, feliz Natal para você e um ano cheio de bênção". Joelle localizou a família de Marie, que, na época, estava estudando no convento para se tornar uma freira, mas, depois, abandonou.

Segundo a reportagem, a mulher construiu uma família e morreu no ano passado. Joelle disse acreditar que a vida de Marie pudesse ter sido diferente se ela tivesse recebido a carta. "Era uma carta de encorajamento para ela continuar a estudar. Talvez, sua vida tivesse um final diferente.")


Um dos meus defeitos é não ter paciencia, não consigo esperar, uma coisa que me incomoda muito é o atraso, não que eu seja tão chata assim, mas esperar por mais de 15 minutos ja é um tedio enorme, ainda mais se a pessoa marca algo importante, não sou dos pontuais, mas tambem não deixo alguem criando raiz me esperando, deveras eu ja me atrasei para muitos compromissos importantes, o ruim de tudo isso é quando isso vira uma rotina. Chegando ao ponto de marcar com alguem e copia-la no sentido de atraso, como chegar ao ponto um pouco mais de 30 minutos do horario que disse. É como tomar do proprio remedio.

Logico que um atraso pequeno é consideravel, apesar de tambem ser tediante, costumo sempre chegar no exato momento marcado, coisa que vem me atrapalhando um bocado, descobri um eu pontual, infelizmente os que me chamam para algo não são pontuais.

Emfim sem citar nomes e derivados para não me ferrar mais. Achei interessante quando vi essa materia do ano passado, o caso da freira, o atraso teve um grande significado, alias um atraso pode mudar uma vida inteira, e ainda esse nem foi 20 minutos, foram 70 anos!

Uma pessoa que se atrasa mesmo que seja por poucos minutos (para ela) não tem a minima consideração pela outra, um mundo sincero seria um grande problema sim, afinal ninguem iria aguentar um Maradona por vinte e quatro horas de sua vida todos os dias, mas a vida moderna e a desorganização (não que eu seja a pessoa ideal para falar sobre isso) contribui muito para toda essa desestrutura, afinal um pais que conduzem bem os horarios, a vida moderna e a organização e ainda é pontual não é o Brasil, e é bem melhor deixar isso para os suiços. Mas enfim tudo isso pode ser uma justificativa para nosso pais(zinho).

Marie foi uma das que deve ter esperado e logo depois desistiu, pois esperar por 70 anos, é muito mais que minha paciencia movida por quarenta e cinco minutos.

Um comentário:

  1. Esperar também é um problema serio pra mim, não sou muito boa para fazer isso.
    Mas sei que tem certas coisas que é necessário que se espere.

    ResponderExcluir