segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Alem das fronteiras

A quanto tempo existem grupos!
Desde a antiguidade os humanos se organizam em grupos e comunidades. Com o tempo esses grupos e comnidades crescem e ai se amplia a "fronteira" este conceito começa a expandir-se muito alem da cultura e do socialismo de determinada região.
E vem as fronteiras criando-se e multiplicando-se, abrangendo a diversidade, comunicação, entre outros.
Mas vemos que grande parte das fronteiras difere a certeza da interpretação.
Um aspecto positivo é o enriquecimento das culturas.
A fronteira que cerca e limita o que conhecemos do mundo leva muitos a explorar esse aspecto, entrando em contato com diferentes etnias, aumentando os limites da comunicação e a diversidade humana.
Bastaria isso: A integração, mas desde essa propria antiguidade a fronteira particular vem sendo ampliada e vem ilustrando a necessidade de reduzir outra fronteira, a comum, a da discriminação.
Portando vemos até onde vai a sabedoria e o papel que trazem.
preservar talvez seria uma boa palavra. Preservar o que? Talvez a mente, a fronteira sem limites.
São fronteiras para serem ampliadas e outras para serem reduzidas.
Resta saber intepretar nao do meu modo ou do seu modo, mas do modo que realmente é.

Priscila F.Novaes

5 comentários:

  1. Lindo o Blog!!!!!!!!!!!!!! Adorei!!!!

    ResponderExcluir
  2. É o grande jogo, saber o que se deve ser aproveitado e como aproveitá-lo. Aceitar as diferentes opiniões e saber criticar as que não lhe convirem.

    Só espero um dia poder ser tão crítico a este ponto.

    ResponderExcluir
  3. Existem fronteiras que realmente deveriam ser quebradas, mas não todas, algumas eu prefiro que continuem existindo!

    ResponderExcluir
  4. Olá, também gostei muito do seu blog, o texto de fronteiras é excelente, penso até que o que acontece hoje é que a sociedade quebra fronteiras que nunca deveriam ser quebradas, e aumentam fronteiras entres coisas as quais não deveriam existir, como amizade, contato pessoal, hoje estamos aqui pela internet, o quanto é bom receber o telefonema de um amigo, uma pessoa querida no nosso aniversário por exemplo, as redes sociais, ajudam em manter contatos, mas quebra o laço frágil da intimidade, onde escrevemos palavras, frases pré feitas, e sem nenhum grande efeito sentimental, distancia os proximos e simula uma falsa proximidade aos mais distantes!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Yara faço das tuas palavras as minhas.
    realmente. É isso que eu quero dizer, a fronteiras desnecessarias e necessarias que acabam tornando-se uma fronteira separatista, uma delas como tu diz é a fonte de comunicação.
    obrigada pela visita, abraços

    ResponderExcluir