terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Brainstorm - Filosofia sobre a Piedade

"A piedade degrada quem a sente e quem dela é objeto" Escreveu sabiamente George Bernard Shaw. É um dos piores sentimentos humanos. O primeiro: a indiferença. Não se pode defender-se da piedade, como os insultos. Você por algum motivo considera alguém digno de dar-se pena, e a pessoa deve aceitar isso como um elogio. 

Não, se for me matar, não tenha piedade: olhe nos meus olhos apenas, e me apunhale como um homem deve ser. Não tenha pena do meu sofrimento, tenha pena de si mesmo por ser um grande idiota por causar dor à alguém que supostamente você gosta. Não me venha com essa lixo, eu sempre me virei sozinha sem a sua 'piedade', então me faça um favor? Respeite pelo menos a ciência que você tanto preza, pois isso opoe-se completamente a lei de seleção natural. Você é o mais apto? Por gentileza, me devore. Tenha pena das crianças passando fome na África, das milhões de doenças sem cura, das mães que perdem os seus filhos, do tráfico humano, da prostituição, da miséria, da violência, da poluição, do desrespeito aos direitos humanos, do nossa nação alienada, da juventude transviada, dos idosos nas filas do INSS, das vítimas das enchentes, do analfabetismo, do nosso país cheio de corrupção, da estupidez humana e depois...faça o que bem entender, só não me venha com piedade porque piedade não é amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário