terça-feira, 29 de março de 2011

Poesia- Era Classica - Periodo Heian


A arte japonesa começou a florescer entre a corte imperial que era dominada pela família Fujiwara.
Para se ter poder ou se pertencia à família Fujiwara ou se tinha muita instrução para poder trabalhar para o imperador.
Assim a poesia começou a ter uma função muito comunicativa, e passou a possuir um trabalho arduo muito sério onde dominava a rivalidade entre artistas e a procura pela técnica mais perfeita e mais atraente.

Os poemas eram valorizados pela sua elegancia refinada, pelo seu efeito limpo, sereno, chamativo e pela sua beleza harmoniosa.
Os poemas eram criticados por serem pouco polidos e ininteligibilidade.

O Kokinwakashu tornou-se a colectânea central da poesia deste tempo. Esta poesia foi compilada por Ki no Tsurayuki (  872-945) Era uma poesia direcionada para os pessoas dentro da corte, quer para escritores da corte como para leitores da corte, poderia integrar poemas de classes inferiores desde que mantivessem o “bom gosto” considerado segundo o compilador.

Apesar de kokiwakashu pretender sublinhar a identidade nacional do Japão, o livro é escrito em chinês (o chinês era a escrita dos intelectuais e o hiragana começou a afirmar-se como a escrita entre as mulheres no séc. X).

É ainda nesta altura que surge no Japão o primeiro romance da história da literatura mundial: O Genji Monogatari de Murasaki Shikibu(c. 973–c. 1014 or 1025).

Há exemplos nos poemas nessas alturas, onde tem estrutura simples, mas tem uma forte expressão emotiva
Os poemas eram fortemente influenciados pelas estações do ano (utilizando o calendário chinês).

Um comentário:

  1. Pri ta d+, pelo menos vai fazer a Erica suspirar. Parabens!
    Depois me envia.

    Adios!

    ResponderExcluir