terça-feira, 29 de março de 2011

Poesia Japonesa - Manyoshu


Durante a era de Nara (710 a 794) surgem os primeiros registos da poesia japonesa inicialmente com o “Nihongi” ou “Nihonshoki" que conta a origem lendária do Japão. Este livro foi redigido no idioma chinês e trata-se de um texto essencialmente elaborado segundo conceitos da corte, no qual se misturam mitos ancestrais com veracidade histórica.

Depois a literatura japonesa foi ampliada com um grande livro de poesia, “Manyoshu” (Colectânea de Dez Mil Folhas). Esta antologia reúne 4496 fragmentos de poemas.



O Manyoshu possuía diversos poemas de todas as classes, desde o imperador até ao povo mais pobre. Possuía uma grande variedade social e cultural de cada classe.
 Os próprios compiladores intelectuais do livro tinham uma formação em literatura chinesa, vindo de uma epoca fortemente influenciada pela literatura chinesa e foi também utilizado como uma fonte de ligação nacional já que pelo conceito dos intelectuais da epoca o espírito nacionalista  era necessário para criar o conceito de “nação” e o crescimento da tal.

O hiragana só passou a desenvolver-se  a partir do séc. X e nessas alturas utilizavam-se os kanjis com funcionalidade fonética. A este tipo de Kana chamava-se Mayoga

Temas utilizados nos poemas do Manyoshu:

Soomonka – Canções de amor
Genka – poema da lamentação da morte
Zooka - Diversos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário