terça-feira, 17 de maio de 2011

O Canal senado serve para;

Pois bem, eu não sou tratada na boêmia.
Não sei porque a nossa midia se preocupa com a liberdade da China, ou melhor, liberdade de informações da China.
Como dizia Bezerra da Silva "Malandro é malandro e mané é mané" Diferenças a parte, os tribunais são para legislar, professores para lecionar, burocratas para burocratizar, juizes para julgar. E para sobrecarregar. Para invadir a privacidade de uma esfera, tratando todo mundo como se fossemos um povo sem vergonha, embora não generalizando, incapazes não!
Dai falam de liberdade. Dai o que dizer da censura judicial que vem dando lucro ultimamente, apesar de as vezes ser tentada inutilmente. Biografias, por exemplo, uma mentirinha lá, um conto da carocha ali, desde que fique de acordo e do gosto do biografado. Noticias desde que a opinião dos leitores não achem ruim, ou quando os acusados (ministros e ...) não estejam envolvidos a menos que seja algum bom para a comunidade, e claro desde que os juizes não discorde delas: Liberdade na censura! O Estado de S. Paulo, me diga, noticiar investigações de corrupção de medicos. Pois bem e quanto aos noticiarios politicos? Em plena modernidade, ou não sabem a diferença de uma propaganda e noticiario, ou acham que nos não sabemos. Tai uma coisa para ser investigada e cair nas graças de um pedaço de pagina de jornal, sem censura.
Pois bem, uma resolução no Tribunal Superior Eleitoral, sobre propagandas eleitorais pela internet, de acordo com o texto atual: A propaganda eleitoral será permitida na página do candidato. Ja podem esquecer sobre youtube, videolog, twitter e afins, ah tá facebook, orkut, negativo, banners em portais informativos, e-mail marketing, blogs, links patrocinados em sites de busca.
Será que é só eu que enxergo isso, ou só eu que recebo anuncios politicos politizando minha caixa de e-mail.
Pode ter certeza de uma coisa, quando eu escrevo num blog, eu escrevo que eu quero, agora e eles, não podem escrever a propaganda futeis dele em uma pagina da web, o que acontece comigo se eu escrever sobre codigos secretos de alguma organização criminosa nesse blog, perigoso a parte, escandalo a parte, privacidade a parte, é uma pagina da web de minha autoria.
Resumindo e voltando no assunto anterior.
Ambas as midias, eletronicas e digitais são publicas. Portanto se algum de voces quizerem me mandar um e-mail de algum politico, voce pode, mesmo que eu não queira e mesmo que sua consciencia saiba que é indecente e desrespeitosa e uma forma corrupta de divulgar a boa imagem do candidato enviando e-mail. Portais determinados como um blog são, de fato, uma area jornalistica, literaria e divulgada para todos os publicos. Uma extensão. Tirando alguns fatos, que regras que servem para jornalistas, de alguma forma, não serve para blogueiros em geral.
No entanto, você, eu ou qualquer um de nós, pessoas físicas, indivíduos, e não jornalistas de determinada revista e jornal, enviarmos mensagens pela Internet, através de e-mails, ou divulgarmos através de nossos blogs ou páginas pessoais, essas regras não teria importancia judicial para nos, a menos que nos procurassem e nos processassem pela forma culta ou defamatoria, inteligente ou tola que escrevemos.
Um e-mail, é um meio digital de conversarmos com alguem, ou uma alternativa em falar pelo telefone ou de enviar cartas pelo correio e não de regras, leis e empreendimentos jornalisticos - Passa a haver direitos de expressão e comunicação individual e privada e não de comportamento de empresas de telemarketings. Logico uma campanha politica atravez das mensagens, de e-mail ou sites de relacionamento, corresponde, ao mais baixo nivel para eleger. É um meio por onde proliferam mais intrigas, mentiras e difamações absurdas a respeito de outros assuntos. Que cada um saiba conter-se a um bom nivel de anuncios e que cada um resolva o que deseja receber em seus devidos provedores de e-mail e que use a vontade o lixo eletronico e exlcuir. Que cada um seja individualista e saiba manter seu padrão de decencia e não necessite a tais atos incapacitados de regulamentos tutelado pelas autoridades. Regulamento de internet, alem de ser futil, pertence ao mesmo regulamento aprovado pelo senado de previo cadastramento para impedir e-mail maliciosos. O senado deve saber que internet é mundial, naõ existe só no Brasil, se eu naõ posso enviar meus e-mail maliciosos aqui, ok, vou no Japão e envio de lá para o e-mail que eu quiser. Até quando vão achar que o Brasil é uma potencia mundial separada do restante da terra. A SEGURANÇA no meio digital, não é fazer pré-cadastramento para previnir mensagens maliciosas e para prevenir uma pessoa de receber informações sobre determinada coisa, afinal cada um sabe que os virus rolam solto e sabe os e-mail indecentes que não deve abrir, pelo menos essa capacidade de discernimento acredito eu que muitos sabem, nem é por discernir e sim ser zeloso. Mas segurança digital deveria ser uma boa para o senado querer tutelar.
Ganhamos liberdade de expressão, banindo a censura e privacidade porque alguns conseguiram vencer a guerra, foi uma conquista de uma sociedade cansada durante o regime militar (inclusive antes). Mas não termino nos tempos da carocha, ainda continua, a menos que perseverem nas soluções de ajudar os internautas de maneiras inuteis e procurando cala-los de expressar-se.
A moda atual é fazer as propagandas do senado, ser como uma exposição de artes visuais, voce enxerga do modo que quer, voce interpreta do modo que vê e faz tudo na vida pessoal e privada de um induviduo ser como um quadro abstrato onde os juizes, professores, mestres e todos façam voce ser manipulado e não formar uma opinião propria, eles apenas decretam.
Garantir segurança publica na internet ao preço de direitos privados e individuais; apenas mostra que uma guerra travada nos tempos das bolas azuis não acabou. Os musicos e escritores sofrem com certos tipos de regulamentos inuteis. Tudo é censurado e depois somos incapazes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário