terça-feira, 17 de maio de 2011

Sem melancolia -

Uma pagina da web, apesar de tudo, apesar de não ser mais banal ter um blog hoje em dia, é um meio de interlocução, da animo escrever sobre gostos e texts diversos. Dá ânimo, é feliz saber que falo para Amelia, Ricardo, Angela, Diana, Aninha, Patricia, Janis, Carlos e outros que me vistaram, lerão, e não comentaram ha. Ah e pra Yasmim e Oto, claro, que agora tambem é mais um blogueiro no mundo. Compartilhar é diferente ainda mais quando não se ha nada para ser compartilhado, apenas algumas palavras um tanto futeis, sem querer ofender a Jeniffer rsrs companheira de blog desde do colegial (que não faz muito tempo assim hahah, pois).
Dias. Dias dos pais, das maes, da irmã, do irmão e derivados. Ainda prefiro surpreender e ser surpreendida em qualquer dia do ano, um telefone, um abraços, uma palavra...alias confraternizar é diario. Ainda acredito na espontaneidade, na capacidade de criar mecanismos, negar leis, e ser sempre diferente em relacionamentos de quaisquer ordens. Isso independente de criar expectativas nos outros. As pessoas esperam algo que não faz parte de nos, mecanicamente não combina consigo. Ou seja, por uma imagem, pelas seu envolvimento com algo, pelo desempenho de ser o que é, interessante é que para compartilhar não pode desapontar nunca, torna as expectativas frustradas.
Ser linear agrada e quando não se é vem decepção, que de respostas a perguntas inevitaveis, pelo menos que não esteja de acordo com o que uma pessoa é verdadeiramente e não por uma imagem que passa -  felizmente gente não é assim, não é isso. Daqui, onde cuspo palavras e rumino ideias, ainda assim prefiro fazer surpresa. Estranhamento, sorrisos, alegrias, uma verdade, um argumento falso, um horror, uma ideia, um argumento...
Não ha dias, nem palavras especificas, se tornam coisas superficiais, calma não estou nsunuando nada, todo dia é dia.Todo dia ha algo para compartilhar, escrever e ler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário